Antes de tudo

Microlearning é assunto no mercado há alguns anos, e existem bastantes promessas a respeito desse método de entregar conteúdo. Mas para colocarmos a expectativa no lugar certo:  microlearning é uma das diversas abordagens possíveis para aprendizagem. Não é uma fórmula infalível para o sucesso sem que você tenha um propósito e objetivos claros.

Então, se seus objetivos não estão claros ainda, antes de optar por essa ou aquela abordagem, sugiro uma olhada nesse artigo.

Se você já tem objetivos levantados e foco claro, podemos prosseguir e falar dessa poderosa ferramenta que é o microlearning!

microlearning-ferramenta-de-aprendizado-2

O que é microlearning?

A palavra microlearning já indica seu significado, em duas partes:

  • “micro” é pelo tempo reduzido: de 2 à 5 minutos.
  • “learning” fala de aprendizado, mas também é uma referência ao e-learning, o aprendizado online.

Sua contrapartida é o macrolearning, que como o nome indica, fala de iniciativas maiores, macros. Além disso, os objetivos também são diferentes:

  • No macrolearning o objetivo é formação de uma nova competência, de forma ampla e contextual. Formação aqui é a palavra chave.
  • Já o microlearning é focado na transmissão de uma única informação. Foco e transmissão de informação são os termos chave.

Mas o que diferencia microlearning de um curso maior fatiado em vários pedaços? A diferença é que microlearning atinge um objetivo de aprendizagem específico sozinho.

Em resumo, microlearning é um formato de aprendizagem online de curta duração, com foco em um único objetivo de aprendizagem.

microlearning-ferramenta-de-aprendizado-3

E os benefícios do microlearning?

Vamos considerar os potenciais benefícios de iniciativas microlearning que tenham clareza de objetivo. Separei aqui os benefícios pela perspectiva de quem aprende e da empresa que ensina:

Para o aprendiz

  • Rápido: um treinamento mais curto é ótimo para uma geração de cada vez menos capacidade de focar por longos períodos. Isso também significa que menos do tempo de trabalho é dedicado ao treinamento, menos tarefas acumulam ou atrasam, e menos pressão dos gestores sobre o tempo que o colaborador está afastado da sua função principal.
  • Sob demanda: materiais de microlearning podem ser disponibilizados para acesso e consulta exatamente quando o colaborador sente falta de um conhecimento. Assim, o estudo é logo seguido de prática, o que potencializa o aprendizado.
  • Acessível: tornar o conteúdo ainda mais rápido e fácil de ser acessado pode significar a necessidade de acesso via tablet ou smartphone. Pensar o microlearning multiplataforma favorece os benefícios listados acima, e oferta flexibilidade ao aprendiz.
  • Personalização: com materiais curtos você pode escolher segmentar seus públicos de forma mais específica. Por exemplo, se você tem dois tipos de vendedores, pode fazer duas mídias diferentes com argumentos de venda alinhados com cada tipo.
  • Mídia rica: muitos materiais de microlearning são baseados em mídias ricas, como vídeos gravados, vídeos de animação, animações de whiteboard, atividades gamificadas, cases para tomada de decisão, jogos e pequenas simulações. Apenas alguns exemplos do que facilita o engajamento dos aprendizes, e portanto, o sucesso da aprendizagem.

Para a empresa

  • Produção rápida: desenvolver um macrolearning pode levar meses desde a concepção até a aprovação pelas partes envolvidas. O microlearning pode estar com o aluno em questão de dias.
  • Mais barato: como é menor e mais focado, o microlearning é mais barato de produzir. Além disso, por afastar o colaborador menos tempo do trabalho, também diminui o custo indireto do treinamento.
  • Fácil de atualizar: se você tem um curso longo que fica desatualizado, por vezes o esforço é tão grande que deixa-se cursos levemente defasados no ar. Com microlearning, se alguma peça está desatualizada, pode-se substituí-la ou tirá-la do ar sem prejudicar os outros conteúdos.
  • Grande impacto: a combinação dos benefícios anteriores, tanto para o aprendiz como para a empresa, resultam em grande impacto de alto custo benefício.

microlearning-ferramenta-de-aprendizado-4

Quando utilizar microlearning?

A aplicação do microlearning é muito ampla, pois é uma estratégia bem aberta.

A pergunta é: que objetivos você pode alcançar com materiais rápidos e focados? Inúmeros, certo? Mas vou citar alguns exemplos:

  • Atacar falta de informações específicas: uma regra da empresa mudou? Um procedimento específico está sendo executado com muitos erros? O seu público está com uma atitude ou comportamento impróprio? Todos esses são casos válidos para uso do microlearning e pode ser feito de duas formas:
    • Ações pontuais: um ou poucos materiais disponibilizados logo que se note a falta de uma informação relevante;
    • Séries: considere que seu público já tem formação em liderança, por exemplo, mas é notado que alguns conceitos ou atitudes estão faltando. Essa é uma oportunidade de fazer uma série de microlearning, com cada material focando um aspecto de liderança que você precisa capacitar.
  • Repositório de informações curadas: criando uma biblioteca de microlearnings focados no dia a dia do público, os aprendizes poderão buscar suas dúvidas dentro da empresa antes de buscar fora, onde as informações podem conflitar com o jeito que a sua empresa executa.
  • Complementação ou suplementação de macrolearning: nas análises de resultados da sua ação de macrolearning foi notado que um conceito não ficou claro? Ou que faltou alguma informação que após análise e feedback se mostrou importante? Mais uma oportunidade para uso do microlearning.
  • Ações contínuas: o microlearning, por seu tamanho, pode ser parte da rotina diária do seu público. Imagine a possibilidade de disponibilizar diariamente um pequeno conteúdo seguido de um teste de única pergunta. Esse mesmo material pode popular a biblioteca de que falamos há pouco.

microlearning-ferramenta-de-aprendizado-5

Para finalizar

Os benefícios e riqueza de aplicações do microlearning têm sido comprovados por nossos clientes aqui na Mobiliza. É importante entender o formato como um complemento ao macrolearning e não necessariamente como um substituto.

Em resumo:

  • Tenha seu objetivo estratégico claro, e a partir dele decida se o microlearning faz sentido;
  • Para cada conteúdo tenha um único foco, um único objetivo de aprendizagem;
  • Aproveite os potenciais de se estar trabalhando uma mídia menor para fazer soluções mais rápidas, ricas e acessíveis.

Grande sucesso para você em suas iniciativas com microlearning.

Como criar roteiros para EaD | Curso Básico

Aprenda a criar roteiros para treinamentos a distância usando este método detalhado.

Maicon Araujo

Gestor de projetos na Mobiliza, minha missão é tornar o trabalho e vida de quem tenho contato melhor. Tenho por visão que podemos encontrar real significado e prazer em solucionar problemas reais para as pessoas.


Temas do blog



Dê sua contribuição